PRODUTO

FLOXINA

ofoxacino

Apresentação:

Comprimido - Caixa com 10 comprimidos

FÓRMULA:

Oxacino 200mg

CLASSE TERAPÊUTICA:

Antibiótico sistêmico

Indicações Terapêuticas: o oxacino é indicado nas infecções causadas por bactérias sensíveis a esta quinolona tais como infecções urinárias, das vias aéreas superiores, uretrites gonocócicas, infecções ginecológicas, infecções da pele e tecido subcutâneo e infecções da cavidade abdominal. Contraindicações: O o oxacino não deve ser administrado a pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao o oxacino e outros quinilônicos. Como outros quinolônicos, o oxacino não deve ser usado em crianças e adolescentes com idade inferior a 17 anos e em mulheres grávidas ou em lactação, pois com a limitada experiência no estabelecimento da segurança deste produto não se pode descartar o risco de lesão da cartilagem articular, com retardo na ossi cação em indivíduos em fase de crescimento. Da mesma forma que outros ácidos orgânicos, deve ser administrados com cautela em pacientes epilépticos ou com história de convulsão e de ciência da glicose-6-fosfato desidrogenase. Precauções: Por ter eliminação renal, o o oxacino deve ser administrado com cautela em pacientes com alterações da função renal, ajustando-se a dose conforme o caso. Caso apareçam reações cutâneas o tratamento deve ser descontinuado. Na eventualidade de aparecerem sintomas sugestivos de ana laxia, assim como mal-estar, sudorese, dispnéia e hipotensão, deve ser iniciado o tratamento corretivo imediatamente e interrompido o uso do o oxacino. Interações Medicamentosas: Floxina não deve ser administrado juntamente com antiácidos contendo hidróxido de alumínio ou magnésio, pois pode ocorrer redução de sua absorção gastrintestinal. Medicações que contenham ferro e zinco requerem a mesma precaução. A administração concomitante com anticoagulantes poderá necessitar de ajuste na dosagem de o oxacino. Reações adversas: A incidência de efeitos colaterais com uso de o oxacino é considerado baixa. Os efeitos colaterais relativos ao sistema gastrintestinal, como náuseas, vômitos e diarréia são os mais freqüentes. Em seguida os efeitos ligados ao sistema nervoso central aparecem com relativa freqüência e são eles: cefaléia e distúrbios do sono. Os distúrbios dermatológicos podem também aparecer e os mais freqüentes são erupções da pele, pruridos, “rash” cutâneo, eczemas. Outras reações adversas têm sido descritas em uns poucos casos como febre, nervosismo, taquicardia, estomatite, fotofobia. Não há aparentemente relação entre a incidência e a severidade dos efeitos colaterais e a dosagem da administração de o oxacino. Todos estes efeitos melhoram com a redução das doses. Posologia: Administrar, conforme a gravidade do quadro clínico, por via oral, 1 ou 2 comprimidos, com intervalos de 12 horas. A duração do tratamento depende da gravidade da infecção, da sensibilidade do patógeno e da resposta clínica do paciente. As infecções urinárias não-complicadas (cistites) respondem favoravelmente a um período de tratamento de 3 a 5 dias. As infecções urinárias complicadas (pielonefrites) podem ser tratadas por períodos de 5 a 10 dias. Para a maioria das outras infecções (de pele e subcutâneas, pulmonares, da cavidade abdominal, das vias biliares, endometrites e anexites), um tratamento de 7 a 10 dias é su ciente. Para o tratamento de infecções por estreptococos beta-hemolíticos, será necessário um período mínimo de 10 dias de tratamento. Até que se possua um conhecimento maior do medicamento, a duração do tratamento não deverá exceder 4 semanas. Em casos de infecções em pacientes imunodeprimidos ou em caso de infecção de origem hospitalar por germes como Acinobacter sp, Serratia sp ou Staphylococcus aureus, é recomendada uma associação antibiótica. Ajuste na alteração da função renal: Em pacientes sob diálise peritoneal, uma dose de 200mg deve ser dada a cada 48 horas. Quando o clearance de creatinina estiver entre 50 e 20ml/min (creatinina sérica entre 1,5 a 5mg/dl), doses de 200mg deverão ser administrada a cada 24 horas. Quando a clearance de creatinina for inferior a 20ml/min com concentração sérica equivalente de creatinina acima de 5mg/dl, as doses de 200mg deverão ser administradas a cada 48 horas.

 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

 

O LABORATÓRIO

Rua Antônio Lopes, 134

Jandira - São Paulo - CEP 06612-090

Email: mgcazi@uol.com.br

Tel: (11) 4707-5155

FAX (11) 4707-5144

 

SAC 0800 7706632

cazi.sac@uol.com.br

CONTATO

© 2020 Laboratório CAZI